quarta-feira, julho 12, 2017

A mesóclise do amor


Amar-te-ei por toda uma vida, meu bem.
Tu és a minha mesóclise favorita, raro como só ela
Intenso como ninguém nunca souber ser
E é por isso que dar-te-ei todas minhas poesias.
Afinal já és o verso mais delicado e perfeito desta minha rima
Sinestesia pura, sentidos adversos em um mesmo verso.
A minha mesóclise, sem ênclise nem próclise.
És preciosidade e complexidade em bom tom.
Amor com gesto bom.
Amar-te-ei por toda uma vida, meu bem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário